Como remover a umidade? 10 truques simples e infalíveis

Você sabia que a umidade que aparece nos tetos e nas paredes é um problema que pode ir muito além da mera estética? Sim, essas desagradáveis ​​manchas de mofo, além de afetar nosso conforto e bem-estar, podem causar sérios danos materiais e à saúde.

Para fazer desaparecer a umidade instalada em sua casa, não apenas limpe as manchas de mofo. Se o problema que o causa não for tratado, irremediavelmente, reaparecerá.

Felizmente, existem diferentes soluções simples que você mesmo pode fazer para conseguir combater a umidade com sucesso. Você quer conhecê-los?

O que você encontrará neste guia?

O que é umidade?

Umidade é a medida que indica o quantidade de vapor d’água contido no ar. Esta medida expressa em percentagens (0% ar completamente seco e 100% ar saturado) pode variar devido a diferentes causas, incluindo temperatura, proximidade do mar, chuva, vegetação e até mesmo a nossa própria atividade.

Quando a umidade interna é muito alta, o habitat perfeito é criado para o esporos (microorganismos que estão presentes no ar) se reproduzem, dando origem às manchas feias e prejudiciais do mofo.

Tipos de umidade de acordo com sua origem

Quando um problema de umidade aparece em tetos e paredes, o primeiro passo é identificar a causa e corrigi-la.

Dependendo de sua origem, será necessário proceder de uma forma ou de outra:

Umidade de filtração

Eles se originam como resultado de vazamentos ou vazamentos de água de canos. Logicamente, o problema deve ser resolvido para erradicar definitivamente a umidade e evitar o aparecimento de mofo.

Umidade de capilaridade

Este tipo de umidade aparece quando a casa é construída em um terreno com alto teor de água. Nesse caso, o molde surge do solo e pode atingir mais de um metro de altura.

É a umidade que pode causar os maiores danos estruturais e os mais difíceis de eliminar, pois é necessário criar barreiras que impeçam a subida da água.

Umidade de condensação

Essa umidade é produzida quando o vapor d’água contido no ar se condensa, transformando-se em gotas d’água ao entrar em contato com superfícies frias.

É a causa mais frequente de humidade, pois é originada pela nossa própria actividade: cozinhar, tomar banho diário, secar roupa em casa, plantas …

A solução para este tipo de umidade não é muito complexa, e vai desde isolamento térmico, até ventilar regularmente, até usar desumidificadores e até mesmo um sistema de extração de ar são algumas das medidas mais eficazes.

Quais são as consequências da umidade em casa?

Independentemente da causa, o excesso de umidade dentro de nossas casas pode causar sérios danos materiais e à saúde.

Danos materiais

Apesar dano estrutural são os mais graves, a umidade também pode afetar móveis, pinturas de parede, papel de parede, azulejos, roupas …

Efeitos na saúde

Morar, trabalhar ou estudar em um espaço interno com excesso de umidade pode causar danos à nossa pele e à saúde dos pulmões. O molde estimula o desenvolvimento de doenças alérgicas, que podem causar irritação na pele e infecções respiratórias.

Conforto e bem estar

Quando a umidade dentro de nossas casas é muito alta, tendemos a perceber uma temperatura que não corresponde à do ambiente real, afetando significativamente nosso grau de conforto. Da mesma forma, o odor Essa umidade também cria uma intensa sensação de desconforto.

10 truques simples para remover a umidade em casa

Uma vez resolvido o problema que causou a umidade, é hora de fazer o bolor desaparecer. Para isso, existem vários remédios caseiros que são muito fáceis de aplicar para prevenir ou eliminá-lo com eficácia. Anote!

1. Sal marinho

É um excelente remédio caseiro para prevenir o aparecimento de mofo. A razão é que ele tem a propriedade de absorver o excesso de umidade existentes no meio ambiente.

Basta colocar um quilo de sal grosso em uma tigela e colocá-lo sobre a área afetada.

Em pouco tempo terá mudado de cor e estará muito úmido. Essa é a hora de substituí-lo.

2. Carvão vegetal

Como o sal marinho, o carvão vegetal absorve a umidade do meio ambiente e é ideal para reduzir altas concentrações dentro de armários e móveis. Assim, nos ajuda a evitar a presença de mofo e odores.

Você deve colocar alguns pedaços de carvão dentro do armário ou móveis afetados pela umidade. Ao notar o carvão úmido, retire-o e coloque para secar ao sol. Desta forma, você está pronto para usá-lo novamente.

3. Bicarbonato de sódio

Devido às suas propriedades abrasivas e antibacterianas, o bicarbonato de sódio atua como um alvejante e desodorizante, o que o torna um dos produtos naturais mais eficazes para remover manchas e odores de mofo.
  • Misture o bicarbonato de sódio com um pouco de água ou suco de limão até obter uma pasta grossa para aplicar na área afetada.
  • Deixe por cerca de 30 minutos.
  • Enxágue bem a área e esfregue com um pano limpo ou escova.

4. Limpeza branca ou vinagre de maçã

Você pode não saber que o vinagre também é um aliado poderoso para remover manchas de mofo e reduzir odores ruins que a umidade produz.

  • Em um borrifador, misture partes iguais de água e vinagre.
  • Pulverize a área a ser tratada e deixe agir por aproximadamente 20 minutos.
  • Após este tempo, limpe com uma esponja ou pano.

Se a mancha que deseja remover for muito intensa, use vinagre não diluído, será mais eficaz.

5. Amônia

Este produto também é muito útil no tratamento de mofo e odores. Você só deve ter o cuidado de usar luvas e não misture com outros produtos, como alvejante, por isso não é tóxico.

  • Faça uma solução com amônia e água.
  • Pulverize a área e deixe agir por 10 a 15 minutos.
  • Após este tempo, limpe a área com um pano.

6. Alvejante

O poder desinfetante O alvejante também o torna um aliado poderoso para combater e eliminar o mofo que já se instalou em nossas casas.
  • Misture 250 ml de água sanitária em um litro de água e despeje a solução em um pulverizador.
  • Aplicar no molde e deixar atuar.
  • Não é necessário enxaguar, a menos que o local onde o aplicou seja uma zona de preparação de alimentos ou de fácil acesso para animais de estimação e crianças.

7. Óleo essencial da árvore do chá

Este produto que você pode encontrar nos fitoterapeutas é um remédio caseiro altamente eficaz para tratar a umidade e o mofo, graças ao seu propriedades antifúngicas.

  • Coloque dois copos de água e uma colher de sopa de óleo essencial em um borrifador.
  • Pulverize a solução sobre as manchas de molde e deixe agir por 15-20 minutos.
  • Após este tempo, esfregue com uma escova ou pano.

8. Peróxido de hidrogênio

Seus branqueamento e propriedades antibacterianas tornam o peróxido de hidrogênio especialmente útil para limpar áreas afetadas pela umidade.

Para este efeito, é utilizado não diluído. Você deve aplicar o produto diretamente na área afetada e aguardar a sua ação.

9. Extrato de semente de toranja

Embora este produto não seja muito conhecido, devido às suas propriedades antivirais, antibacterianas e antifúngicas é uma excelente opção para tratar e combater o crescimento de fungos.
  • Você terá que diluir 20 gotas do extrato em um copo d’água.
  • Molhe a área afetada e deixe por alguns minutos.
  • Basta retirar a sujeira com um pano, pois o óleo que fica na superfície ajudará a evitar novas tensões de mofo.

10. Percarbonato de sódio

Este produto é um poderoso alvejante usado principalmente como ingrediente ativo em detergentes para a roupa. Embora não seja adequado para limpar alumínio ou madeira, suas propriedades o tornam especialmente útil para Limpe o molde das juntas e paredes dos ladrilhos.

  • Prepare uma pasta de percarbonato e água e aplique na área que deseja limpar.
  • Deixe agir por 20 minutos.
  • Esfregue com uma escova e enxágue com bastante água.

Qual o nível de umidade recomendado em casa?

A Agência de Proteção Ambiental dos Estados Unidos (EPA) recomenda que os níveis ideais de umidade relativa da casa devem estar entre 40% e 60%. Um ambiente seco ou com excesso de umidade, além de prejudiciais à saúde, também são prejudiciais para o alcance do conforto e bem-estar desejados em nosso lar.

Quando o ambiente é muito seco (menos de 40% de umidade), vírus e bactérias começam a proliferar, aumentando o risco de contrair resfriados, gripe e bronquite, também aparece membranas mucosas secas, pele e olhos.

Um nível de umidade acima de 60% favorece o crescimento de fungos (mofo) e ácaros que podem se tornar causar alergias e doenças pulmonares.

Controlar e manter a umidade e temperatura corretas é essencial para minimizar efeitos da umidade na saúde.

O higrômetros Eles são muito úteis para saber os níveis ideais de umidade dentro de nossas casas. Esses pequenos aparelhos, além de medir com muita precisão a umidade e a temperatura de um ambiente, permitem que você os controle.

Dicas para reduzir ou evitar umidade

Você já deve ter percebido que a melhor maneira de prevenir o mofo é controlar a umidade dentro de sua casa.

Seguir as recomendações a seguir pode ser de grande ajuda para atingir esse objetivo:

  • Ventile a casa diariamente por 10 ou 15 minutos, de preferência durante as horas mais ensolaradas. Se você criar correntes de ar, as áreas mais suscetíveis à umidade serão beneficiadas.
  • Cozinhe com o tampas de panela. Se você tiver um exaustor, use-o.
  • Tente não pendurar a roupa dentro do lar. Se não tiver outra opção, faça-o em local ventilado e por onde circule o ar.
  • Use um exaustor no banheiro. Se você não pode ter, tente reduzir as emissões de vapor encurtando os chuveiros e esfriando um pouco a água.
  • Evite o excesso de plantas dentro de casa, pois adicionam umidade extra ao ambiente.
  • Se você mora em uma área muito úmida, o isolamento térmico de sua casa pode ser uma solução definitiva. Nesse caso, você também pode considerar o uso de um desumidificador.
  • Controle o aquecimento. Quando há grande diferença entre a temperatura externa e a interna, a água contida no ar se condensa ao se depositar em superfícies frias (paredes e janelas), causando o aparecimento de mofo.

Conclusões

Você já viu que para manter sua casa livre de umidade, o boas práticas e prevenção Eles são fundamentais.

No entanto, o problema pode persistir depois de usar as dicas e truques que já falamos antes.

Também pode acontecer que você se encontre em algumas das seguintes situações:

  • Você cheira a mofo, mas não consegue encontrar o problema.
  • A propagação do molde é muito grande.
  • A umidade causou problemas estruturais.

Nestes casos, a maioria aconselhável e seguro é utilizar os serviços de um profissional.

Avalie esta entrada!